Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A todos um feliz Natal

Sexta-feira, 22.12.06

É Natal, isso traz à minha lembrança os Natais de outros tempos. Quando eu era criança o Natal era um momento mágico. Muitos dias antes do Natal eu só já pensava nisso. Eu sabia que os meus pais tinham já comprado as minhas prendas e que as escondiam para que eu não as visse antes do tempo. Confesso que procurava por todo o lado , mas mesmo que calhasse por mero acaso a encontrar, não podia abrir os presentes porque o papel de embrulho maravilhosamente atado com laços coloridos, pelas mãos de fada de minha mãe me impedia a satisfação da curiosidade. Ficava a olhar e a sonhar com o que haveria naqueles embrulhos lindos que escondiam mistérios, presentes desejados. Eu adorava o clima que se instalava na casa na quadra natalícia . Na porta da rua era colocada uma guirlanda a dar as boas vindas a quem chegava. Toda a casa era enfeitada com fitas cintilantes, laços , velas, e no salão a minha mãe erguia uma árvore de Natal enorme, enfeitada com luzinhas em forma de velas, neve artificial feita por um algodão cintilante, muitos laços, bolas e montes de fantasias em chocolate que eu devorava ao longo dos dias que antecediam o Natal. Sobre uma cama de musgo, a minha mãe dispunha no outro lado do salão, carinhosamente, as pecinhas do presépio. Pelo meio colocava searinhas , pequenos pratos com searinhas verdes que ladeavam o caminho por onde seguiam os pastores e os reis magos. Eu ficava horas olhando aquele presépio, ouvindo a minha mãe falar do nascimento do menino Jesus. Eu imaginava-o um menino como eu, que corria e brincava pelos campos, comendo frutas nas árvores. Na véspera de Natal durante a tarde a minha mãe colocava todos os presentes debaixo da árvore de Natal. à noite a família mais chegada reunia-se no salão para a ceia de Natal. Invariavelmente a minha mãe mandava servir bacalhau, que eu não comia, depois um imponente peru recheado de castanhas e bacon que eu adorava. Quando passávamos para os doces eu delirava, a minha mãe mandava servir longas e perfumadas travessas de arroz doce, lampreia de ovos, rabanadas, mexidos, sonhos, filhoses e no fim de tudo o bolo rei. Antes da meia noite a minha mãe distribuía as prendas por todos, eu abria as minhas e ficava maravilhado com as prendas que iam saindo das caixas. Depois o meu pai mandava-me para a cama e os adultos iam para a missa do galo. Cerca de hora e meia depois, eu ouvia-os regressar e escutava as suas vozes felizes no salão até eu adormecer. No dia seguinte o clima de magia continuava. Eu brincava o dia todo com os presentes que me haviam dado. Acreditei no Pai Natal até aos seis anos, depois descobri que eram os meus pais quem me oferecia os presentes. Mas a magia do Natal continuou. Hoje para mim o Natal perdeu toda essa magia, essa grandiosidade, mas ainda me enternece e comove , como uma data que fala de paz, amor, fraternidade. Por isso desejo a todos os leitores e amigos e às suas respectivas famílias, um Santo Natal. Que a paz esteja nas vossas casas e nos vossos corações. A todos meus queridos amigos, um Santo Natal

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 18:31


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Caetano veloso

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes



subscrever feeds




Contador

free counter