Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



TORTURA

Quinta-feira, 28.12.06

Mostras para mim o teu corpo

oculto na penumbra

trazendo contigo uma magia

que as pontas dos meus dedos

aprenderam a conhecer

Vejo no teu corpo

o mapa traçado pelo meu desejo

e nos teus olhos

o desafio que me fazes

a uma viagem ao interior de nós

Nasce nos meus olhos a chama

que me incendeia

que queima as minhas veias

e deixa no meu corpo

um desespero

que é doce

que castiga

que é bênção

que é cruz

Nasce ao olhar teus seios

um desejo que é meu

que conheço

que me toma

que não se apazigua

e na minha boca o travo forte

do sabor da tua pele

do desejo que se desenha em mim

nasce no sorriso com que disfarço

a ânsia

a angustia

a ferocidade que me toma

que faz de mim um animal

que esquece o racional

e guia-se pelo instinto

nasce em mim

um turbilhão que me toma

que me escraviza

que nasce e morre no teu olhar

nesse corpo que é meu

que quero ter

que quero tocar

num desejo partilhado

construindo

tecendo

todos os tempos

do verbo amar

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 12:09


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds