Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A Lua

Terça-feira, 27.02.07

 

A lua aparece no céu

devagarinho

para espreitar

os amantes que enlaçados

fazem juras de amor

Ela é testemunha

de juramentos enamorados

de beijos com travo a dor

e tão repletos de amor

A Lua espreita interessada

os amantes que abençoa

com a sua luz prateada

que seu namorado o Sol

não cansa de lhe emprestar

e a lua enamorada

pela calada da noite

os amantes vem espreitar

E nas noites de inverno

quando o orvalho molha

as faces dos namorados

as gotas que caem sobre eles

é a lua a lembrar

o seu namorado ausente

Que nunca com ela se encontra

ao ver amantes apaixonados

seus olhos soltam as lágrimas

do seu amor tão doloroso

Não é orvalho que molha

os rostos dos namorados

nas noites ternas de luar

é a tristeza da lua

é a lua a chorar

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 12:14


4 comentários

De Miguel a 27.02.2007 às 18:18

Para vc eterno menino, com o mar a nascer em seu olhar, com o sol a nascer em seu sorriso e a magia a nascer em seu coração, eu desejo tudo de bom. Seus textos são lindos e com a valquíria eu descobri a definição mais bela que li até hoje de eclipse. Um beijo para a Ana que parece estar afastada das suas lides literárias. Aquele abraço, garotão

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes