Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Entrega-te

Segunda-feira, 05.03.07

Entrega-te nos meus braços

como uma maçã madura

à gula dos meus lábios

Deixa-me adivinhar

os trilhos que ainda não conheço

nesse corpo que eu amo

que é fonte da loucura

onde afogo os meus sentidos

Vem minha querida

quando a noite desce

e as estrelas brilham

oferece-me o teu corpo

que a minha boca procura

sedenta dos teus seios

Cerejas maduras

que deixam na minha boca o travo

do desejo mais premente

Vem a mim meu amor

com a doçura que te conheço

à loucura insaciada

do meu corpo que te quer

Vem meu sonho de amor

musa de mil poemas

pele de cereja madura

tão criança

Tão mulher

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 19:45


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds