Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



EM TI

Quarta-feira, 21.03.07

Perco-me no teu rosto

e choro as tuas lágrimas

as que correm por mim

as que sem querer

eu fiz correr

Perco-me no teu rosto

onde ainda está a luz

do teu sorriso

onde ainda está a doçura

do olhar que me lançaste

Perco-me no teu rosto

onde me revejo

revejo o amor que nos uniu

perco-me

e encontro-me no teu olhar

não deixes que me afogue

no rio da própria dor

Perco-me no teu rosto

um rosto marcado de amor

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 19:00


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds