Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Entrega-te

Quarta-feira, 21.03.07

Entrega-te a mim esta noite

como se não existisse amanhã

Entrega-te como se o mundo

terminasse

como se a minha vida

chegasse ao final

Entrega-te a mim esta noite

não importa que o sol

volte a nascer

que a madrugada se espreguice

no seio da noite

Entrega-te a mim esta noite

sem fronteiras

sem limites

com a loucura que só o amor

consente

Entrega-te a mim esta noite

como se fosse a primeira

e a ultima vez

Entrega-te a mim esta noite

com a fome do beijo

o calor dos sentidos

a ternura guardada

na pele que queima

Entrega-te a mim esta noite

como se o mundo terminasse

nas nossas bocas unidas

entrega-te a mim esta noite

faz de mim o barco que navega

o mar do teu corpo

apanhado

perdido num temporal

de desejo e paixão

entrega-te a mim esta noite

louca de amor

esquecendo o pecado

muito para além da razão

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 20:23





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes