Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O verdadeiro amor

Sábado, 26.05.07

 

 

 

Um grande amor é aquele que não faz o meu  coração parar no primeiro olhar, e sim acelerar a ponto de parecer que não irá mais caber em meu corpo.

Um grande amor é aquele que me faz sentir especial, mas no fundo não tão bom o suficiente para ela.

Um grande amor é aquele que eu tenho medo e a insegurança de o perder, pois não sei enxergar sem ele.

Um grande amor é aquele que me mata de saudades. Que me faz sentir sufocado e preso a uma agonia terrível só pelo fato de não a ver a alguns instantes.

Um grande amor é aquele que me faz possessivo. Por não o querer dividir com ninguém. Isso porque, dividindo eu teria que abrir mão dos pequenos instantes que passa ao lado dela, afinal por mais tempo que fiquemos juntos, nunca será o suficiente.

Um grande amor é aquele que me faz sentir raiva nos momentos de briga, mas essa raiva nunca predomina o amor. Basta que eu me lembre do sorriso da pessoa amada, que parece que involuntariamente eu começo a sorrir.

Um grande amor é aquele que faz os meus olhos encherem de água só de imaginar um adeus.

Um grande amor é aquele que sequestra os meus pensamentos.

Um grande amor é aquele  que pode não ser perfeito, mas aos meus olhos ele não apresenta nenhum defeito. O amor é lindo do seu próprio jeito e ninguém se compara a esse amor.

Um grande amor é aquele que se o machucam, eu se sinto-me ferido por tabela. E defendo com toda a garra, pois ninguém no mundo parece ser mais importante.

Um grande amor é aquele que me faz ir contra  família , amigos, colegas ... Por amor enfrenta-se o inferno pois o amor é o único sentimento que me faz chegar no céu.

Um grande amor é um coisa única que sentimos no coração. Uma mistura de aperto, sufoco, alegria, tristeza e forte pulsação.

Não sei quantos grandes amores podemos ter na vida.
Não sei se grandes amores podem ser substituídos.
Não sei se grandes amores são eternos somente enquanto duram.

Mas, a sensação que este grande amor me faz sentir é única. E  sempre a guardarei em meu coração.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 20:31


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds