Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Perco-me

Terça-feira, 26.06.07

Fico quieto no meu canto

guardo no coração

cada imagem do teu rosto

guardo na alma as palavras

Vens até mim

como raio de sol

que ilumina o meu dia

que transforma a noite

num sorriso claro

Perco-me nas sentidos

que fazes nascer

num sonho que me prende

o olhar

perco-me nas frases

que parecem flores

que saem da tua boca

como de um jardim

palavras que são mel

que são maresia

que são luar

são encantamento

são teias em que me prendes

que fazem de mim

marinheiro perdido

no mar do pensamento

Que por ti espera

que por ti vive

e aguarda o futuro

em cada momento

                              

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 19:40





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes