Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mar de prazer

Terça-feira, 26.06.07

 

Tens no corpo cio de fêmea

sinto o cheiro

que apela os meus sentidos

perco-me em teu corpo

busco caminhos

quero encontrar trilhas secretas

que por descuido ainda desconheço

É banana madura a tua carne

que se dá à minha boca

com travo doce a lascívia

Procuro beber na tua boca

o fogo que a tua pele exala

O teu corpo é um pecado

que cometo vezes sem cessar

é fruto maduro tão perfumado

flor de carne

em pleno desabrochar

Nos teus braços as noites

passam

e eu passo por elas, apenas

sem dormir

preso num abraço

que é o meu mundo

que me tira a paz num só segundo

que me arrebata para mares

que tanto navego

para enseadas

que conheço tão bem

a ti a entrega é completa

és o meu mar de sonho

de prazer

é pelo teu mar que eu navego

mar revolto

tempestade

até à saciedade

no teu corpo de mulher

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 20:07


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds