Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Pobre de quem...

Quinta-feira, 19.07.07

 

Pobre de quem acredita

numa cara bonita

numa mão estendida

na rua

pobre de quem acredita

no olhar da moça que passa

que o mundo pode ter graça

que a sorte pode ser sua

Pobre de quem acredita

num sorriso oferecido

numa flor colhida

num toque do coração

pobre de quem acredita

num abraço de ternura

quem acredita na aventura

e sonha ter amanhã

Pobre de quem acredita

em palavras soltas ao vento

quem chora, escuta lamento

pobre de quem não sabe ser

pobre de quem tem coragem

de quem grita na aragem

a dor de um pranto qualquer

Pobre de quem ainda crê

nos suspiros murmurados

nos gemidos abafados

de um alguém que diz

amar

Pobre de quem acredita

que pode viver num sonho

com um doce acordar

Pobre de quem sonhou

esperou, reinventou

um amparo, um aconchego

pobre do que acreditou

que é amado porque amou

e que a noite, traz a aurora

pobre de quem acreditando

que o dia traria luz

envolto nas trevas, chora...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 18:50


1 comentário

De Norminha a 20.07.2007 às 02:44

Eu li, e realmene, pobre de mim, céus, veio a calhar...mas se eu não acreditar no amor, em que acreditarei????

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds