Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Homenagem a uma amiga

Sexta-feira, 20.07.07

Hoje deixo aqui uma poesia que adorei de uma amiga querida daquelas que se fala connosco levanta o moral na hora. Beijo mosqueteira

--------------------------------- oOo----------------------------

POESIA = As Cores da Minha Canção
 
Trinado de Azul
Música do infinito
Em alma luz
de existência amarela
O horizonte é poesia
Que se estende
Ao infinito...
De melodia lilaz
Em alegria pérola
Corpo e rosa ternura
Brava e forte de tom
Um relógio, tempo
Um tempo...sem tempo
Horas passadas e não medidas
Nuances de cor
Na vibração do bandolim
O verde-esmeralda suave violino
Pessego-suave melodia em harpa
Ao som da chuva-anil
É o aqui
É o ali
É o mais além...
Desta canção que escrevo
Viagem de sonho
de minutos luz
Vôo relampago
Quente, vibração
sensual,
Canção de côr laranja
Côres dentro da côres
Tom, imagens ilusão
Suave canção verde-mar
No toque da guitarra
A embalar...
Quem canta agora?
Mais que ontem,
Menos que amanhã.
Cantas tu, ou serei eu?
Explode a esperança!

Porthos/Angel
Quem quiser visitar o site dela e conhecer um pouco mais devera visitar o seguinte endereço

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 08:58


2 comentários

De Lucia a 21.07.2007 às 20:31

Olá,vi teu endereço no site do Halma Guerreira,muito linda tua página no site dele.lindos textos vc tem aqui.bom fim de semana.beijos!

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes