Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



PARA TI PAI

Domingo, 12.08.07

 

Pai hoje é o teu dia no Brasil. Não quis deixar de te dar os parabéns porque sei que tu festejas o dia do pai aqui e no Brasil.

Por isso te deixo essas mensagens


Pensei que fosse fácil fazer-te um poema, papa.
Mas vejo que tua vida é um poema difícil, que eu não sei escrever.
Vejo os teus olhos que me contam histórias de pinturas, caminhando pelos campos; e histórias de poemas, falando uma linguagem, que eu não entendo.
Vejo as tuas mãos, que contam histórias de horas silenciosas, conversadas com Deus.
Vejo os vincos da tua fronte que falam das rugas da alma como sulcos da terra que as chuvas abriram.
Vejo o teu sorriso cansado, rasgado por espinhos, que nós não vemos.
Vejo o calor brilhante do coração que sempre me amou, quando eu ainda não sabia amar.
Eu  lembro-me de um pai, que dorme de olhos abertos pensando no filho, que não abre os olhos.

 

Lembro-me de um pai,
Que pinta telas,
Pensando nas cores da alma,
Que não podes pintar.

 

Lembro-me de um pai,
Que bebe suas mágoas nas lágrimas,
Pensando nas mágoas da vida.

 

Lembro-me de ti pai
É difícil fazer um poema para ti,
Que és o poema mais lindo.

 

MARCO ANTÓNIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 17:49


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds