Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A Mulher que sabe amar

Sexta-feira, 08.05.15

rosas-azuis-2.jpg

 Existem dois tipos de mulher, as que se deixam amar e as que sabem amar...

A mulher que sabe amar , sabe ser mentora do homem que ama , mas não a sua gestora.

A mulher que sabe amar não faz burburinho , agarra o que é seu, com ar que finge ser suave.

A mulher que sabe amar conhece a sua ascendência sobre o homem que ama, mas sabe quando deve limitá-la.

A mulher que sabe amar não se deixa jamais submeter e aprende a não submeter também-

A mulher que sabe amar , sabe que não chega ter razão, sabe como a ter , também.

A mulher que sabe amar , cala a sua verdade quando sabe que não é a hora, mas diz o que tem a dizer na hora certa.

A mulher que sabe amar , encoraja , não derruba.

A mulher que sabe amar , sabe ensinar amor.

A mulher que sabe amar , não faz do seu amor um posto de comando nem um campo de batalha.

A mulher que sabe amar não obedece , nem governa , compartilha.

A mulher que sabe amar , orienta sem impor.

A mulher que sabe amar , respeita e impõe ser respeitada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 10:25


7 comentários

De Bianca Ferreira a 08.05.2015 às 11:38

Bom dia Gonçalo


A mulher que te amar tem que tirar um curso isso sim.
Não é fácil lidar contigo , com a tua presença que parece que enche tudo em redor.
Concordo contigo quando descreves a mulher que sabe amar, é isso e muito mais.
Um beijo para ti.Image

De Marco António a 08.05.2015 às 12:30

Bem pai , tu teorizas, até podes ter razão , mas uma coisa eu aprendi , a mulher que sabe amar é aquela que nos deixa loucos , que nos tia a paz e que não dá um milímetro de espaço. E tem razão , porque na teoria tudo é perfeito , mas na pratica quem não segura , não cuida , perde.
Um beijo pai e parabéns , um texto lindo. Mais um de tantos.

De Marco António a 08.05.2015 às 17:44

Não é tia a paz , mas sim TIRA a paz... Passo tanto tempo sem comentar e quando te comento sai esta pérola. Desculpa pai.

De Gonçalo de Assis a 08.05.2015 às 17:47

Estou a rir filho, de facto não tinha ainda visto nem o comentário , nem o erro.<br />Não faz mal , não te preocupes, os erros é o menos.<br />É bom ver-te por aqui.<br />Um beijo e juízo ...

De Maria Manuel Batista a 08.05.2015 às 12:33

Como mulher, não sei se cumpro todos os parâmetros no texto descritos, apenas sei amar o melhor que posso, tendo em conta a minha imperfeição enquanto ser humano. Desejo que o homem que amo se sinta infinitamente amado, em todo e qualquer momento. E porque devo ser politicamente correcta, aqui deixo os meus cumprimentos. 

De Rita G. a 09.05.2015 às 03:50




"Amor" como me chamavas, quer a sorrir, quer chateado.
Acordei encaixada em ti com uma t-shirt tua vestida, os teus braços à minha volta e as tuas mãos presas com a força do meu corpo no colchão, "para não haver hipótese de te soltares de mim durante a noite" como sempre dizias e eu me ria.
Virei-me e olhando para ti a dormir, nem dei pelo tempo passar. Beijava-te toda a cara e, inconscientemente, agarravas-me puxando-me de encontro ao teu peito. Corpo quente e barba por fazer.
Beijei-te os lábios de olhos fechados e disse amar-te.


Lembrava-me constantemente dessa manhã.
Manhã em que não sei como , não sei porquê , esse amor terminou de forma abrupta, cortante.
Lembras como foi , também o sei e não é aqui que o direi.
-NÃO ÉS MULHER PARA MIM !!! - Gritaste louco de uma fúria que eu te conhecia e cuja razao não te neguei. E não negarei jamais. Que perdi o melhor homem que uma mulher pode ter , sei que perdi. Que eu perdi um amor como nunca conheci outro , perdi. Perdi o teu olhar lindo, tão lindo , desse teu azul tão invulgar onde a alma transparece, perdi o teu mimo , o teu riso de menino mimado , perdi , perdi em toda a linha.
Depois soube que estavas com uma outra mulher e eras feliz. Quando o soube , não imaginarás nunca o que senti.&nbsp;&nbsp;Deixei de ouvir qualquer barulho à minha volta, deixei de respirar, ouvindo apenas o batimento do meu coração. Hoje tenho um afilhado que tem o teu nome, e me enche a alma ao chama-lo , como outrora te chamei a ti:- Gonçalo. O olhar que recebo dele é tão meigo como o teu um dia foi , e o sorriso dele traz a lembrança do teu. 
Não soube ser mulher para ti , não é difícil ser mulher para ti , basta dar-te aquilo que o teu coração quer e quer tão pouco , com o muito que sabe dar , nessa altura eu não sabia e nessa manhã feri-te e perdi-te.
Que este comentário não incomode ninguém, porque nada procuro aqui , respeito quem te faz feliz e desejo que o faça e sobretudo que não se perca , como me perdi.
Em mais uma das minhas madrugadas sem sono , entrei aqui e ao ver-te falar da mulher que amas , não resisti.
Sê feliz...ImageImage

De Paulo Ribeiro a 10.05.2015 às 15:20

Boa tarde, meu filho
É sempre um prazer passar pelo teu blog e ler os textos que te saem sinceros e da alma. No entanto lamento este tipo de comentários intimistas, fora de contesto e a todos os níveis deploráveis. Comentários que expõem em praça publica a vida e a imagem do autor do blog. Os anos passaram, a vida andou e o Gonçalo tem agora outra pessoa , outra realidade e é uma afronta à moralidade e ao censo comum este tipo de exposições. Em ultimo caso é para ele que sobra e é injusto, isto são coisas que não devem e não podem acontecer. As coisas do passado devem ficar no passado , mas se houver o mau gosto de as desenterrar que o façam por mail privado e não desta forma. Neste blog entra muita gente , incluindo crianças , a Catarina , a Inês e não me parece que elas devam ver o pai e o tio descrito desta forma. Este não é um blog pornográfico, é um blog decente , respeitem isso. Respeitem quem partilha a vida com o Gonçalo , quem o ama e que tem que se sentir atingida por esta vulgaridade. Como a senhora que comentou afirma , não soube ser mulher para ele , se não soube , pegue nesse seu fracasso e guarde-o para si . Não o use para causar sofrimento e espalhar dor em quem absolutamente não a merece. Há uma coisa chamada dignidade e respeito pelos outros e por si mesmo e quando se perde essa noção , então pouco resta a essa pessoa para perder. É fácil vir aqui debitar um arrependimento com muitos anos de atraso e nem sequer ter coragem de assinar o sobrenome todo. Claro , quer proteger a sua identidade , mas ao Gonçalo expõe sem qualquer pudor. Fiquei horrorizado com o que li e lamento profundamente que se venha aqui lamentar e despejar a insatisfação e o despeito. A net não é um espaço permissivo para que se faça com a vida dos outros o que nos apetece. Existe um limite e se o Gonçalo nada faz porque como todos sabem perdoa tudo , existem amigos que podem tomar iniciativas de âmbito judicial se isto  voltar a acontecer. Isto vale para a Rita e para todas as Ritas que tenham a mesma infeliz ideia. Se tiveram e perderam é lá com as senhoras , mas não venham expor ninguém e nem provocar problemas na vida privada do Gonçalo. Não consegui deixar de me sentir nauseado ao ler o comentário e lamento profundamente que um texto tão lindo tenha dado ideias tão baixas a mentes tão tortuosas. Como leitor deste blog , choca-me este tipo de comentário. 
Um abraço meu filho.

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes