Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



AMO AS ROSAS

Sexta-feira, 16.10.15

12144901_515487605285595_1702292274891861188_n.jpg

 

Amo as rosas. O seu perfume , a maciez das suas pétalas e os seus espinhos afiados, que preservam a sua singeleza e formosura. Amo as rosas , onde habitam corações de sereias e elfos , onde os sonhos se encerram e se cristalizam no seu coração perfumado.  Amo as rosas , onde a noite vem chorar o pranto daqueles que encerram as dores nas suas negras vestes e comovida a noite , chora as suas lágrimas geladas sobre as pétalas nuas , da rosa confidente. Amo as rosas , que fazem enamorar-se todas as outras flores do jardim. Amo as rosas que são as musas dos pássaros e arrancam de seus peitos arfantes e ardentes , os mais belos cantos. Amo as rosas , onde os duendes vêm confessar os seus amores impossíveis , pelas fadas que voam delicadamente e soltam os seus risinhos como seda a gemer. Amo as rosas , onde a mulher enamorada aspira docemente o aroma que se exala , suspira e eleva o pensamento ao seu amado , cujo toque ela tenta reproduzir nas pétalas inocentes da rosa. Amo as rosas , que os enamorados beijam apaixonados , lambendo as gotinhas de orvalho , como se lambuzariam no desejo da mulher amada. Amo as rosas , onde as abelhas se embriagam e dançam suavemente a sua musica mais bela. Amo as rosas , que comparo ao rosto aveludado da minha mãe , cuja maciez ainda guardo nos meus lábios, presa numa saudade que tem o gosto do ultimo beijo. Amo as rosas que se abrem às carícias do sol , como mulheres enamoradas , desabrochando ao desejo do homem a quem pertencem. Amo as rosas , que ouvem enternecidas as histórias das andorinhas e imaginam com as suas pétalas delicadas , locais onde nunca irão. Amo as rosas , que envelhecem devagarinho , como as damas da noite , cujo rosto que vendia sonhos , perde o fulgor e fica murcho dessa beleza fabricada , mas porem ainda doce , ainda encantador. Amo as rosas , que se deixam desfolhar ao sabor do vento quente do Sul , flor , igual às mulheres que deixam que o seu caloroso amado , as liberte das suas vestes e se mostram nuas , nuas de roupa , nuas de pejo , nuas de pecado e se entregam numa fusão rara de amor e prazer. Amo as rosas , simplesmente ... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 10:53


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds