Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Dois de mim

Quinta-feira, 24.03.16

303-alvesfilho.com-um-farol-365-clicks-farol-da-ba

Vivo na dualidade do meu próprio ser . Caminho por um trilho longo onde me perco e encontro no inicio de cada amanhecer. As mesmas veias alimentam o meu corpo e o mesmo sonho norteia os meus passos , mas existem dois em mim que lutam e se rebelam , gritam e se completam , como se completa o sonho e a razão , a dureza e o coração. Caminho pelo traçado certo que desenhei , por um futuro tão completo e perfeito como apenas o é aquilo que Deus criou e caminho levando em mim o que sou e não sou. Quem pensa conhecer-me , conhece apenas um de mim , aquele que se dá consoante a ocasião , um que se perde num mar de turbulenta emoção ou o que se agarra firmemente à ponte segura da razão. Nem sempre a dualidade se encaixa , às vezes os opostos não se atraem e lutam pela supremacia , numa batalha campal onde existe o bem e o mal. Porque sou feito de luz e de sombra , de medos e de coragem , de risos e de choro, entrego-me ao momento que passa como criança segura no seio da sua mãe e seja quem for de mim , caminho com passo seguro , sempre , até chegar ao fim. Rio das lágrimas de emoção quando sou razão e revolto-me contra a razão , quando sou emoção . Sou dois de mim mesmo , que me tomam a esmo sem que eu controle a sua posse , sou razão e emoção , riso contido , lágrima salgada , sou noite e madrugada , mas bate em ambos de mim o mesmo meu coração.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 13:14


3 comentários

De Miguel a 25.03.2016 às 14:22

Oi meu querido.
Já sentia falta de sentir você se expressando da forma única que sua alma nos mostra. Dizem que poeta só é bom quando sofre e essa sua falta de escrita por aqui deve ser portanto bom sinal. 
Você refere ai sua dualidade , essa que lhe conhecemos também. Se diz que de artista e de louco todos temos um pouco , qualquer artista tem em si uma loucura sagrada que corre em nossas veias. A possibilidade de dar vida a outras vidas ainda que só existentes na nossa arte e sendo um nos dividirmos em muitos.
Te admiro e sempre admirei pelas forma como concilia a alma de artista com a alma de homem prático. O sonhador , o irreverente , com o racional e o ideológico.
Temos saudades de você por cá. Te aguardamos por aqui.
Um profundo e sincero até já.  ;

De Valquiria a 26.03.2016 às 00:31

Boa noite Gonçalo! Dualidade,quem a não tem?Todos tem querido Gonçalo.Seus textos sempre tocando na consciência,,no coração e na alma de todosBeijos com carinho!!.

De Valquiria a 27.03.2016 às 15:05

Bom dia Gonçalo!Desejo que todos os dias da tua vida, que a alegria da Páscoa invada o teu coração e o daqueles que amas, irradiando luz para iluminar e fazer brilhar o mundo em que vivemos, enchendo-o de saúde, paz e amor.Beijos com carinho!

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes