Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Entrelaçados

Quarta-feira, 25.03.15

1786803_stock-photo-decorative-hearts-and-stars.jp

 Perdi-me por estradas que desconhecia numa fuga cega que a nada cedia nem ouvia. Mas o tempo sábio conselheiro , deixa correr e segura depois , mostrando o caminho a seguir pelos dois. Encontramo-nos ao cair da tarde, quando a luz já se extinguia e o sonho tão vazio , deixou de lutar... morria. Vieste para mim de mãos abertas , como quem agarra a esperança , coração que se desnuda , numa alma tão criança. Envolvo-me no teu amor , nas asas desse amor infinito e sorrio aos astros, falo desse amor , grito-o. Não temo já a noite que me atormentava , recebo-a como companheira , cúmplice, porque ém seu seio que te afago , de um modo que é só meu , que a noite curiosa , em mil luzes se acendeu. São elas , as estrelas que brilham nos teus olhos , quando a sorrir murmuras (quero-te tanto bem) , tão bem eu o murmuro em segredo, junto ao seio de Deus , para que não me ouça mais ninguém. Caminho contigo , envoltos numa luz Divina , que nos ampara , que nos ensina , que nos obriga a crescer , entre o meu sonho de esperança e o teu desejo de mulher. As mãos dadas por Deus , que se nos fecham no circulo mágico de uma vida anunciada , são como nós , dados por anjos irrequietos , que sorriem de nós.Não temos medo , murmuramos ao vasto oriente que nos determina o momento exacto de fazer acontecer, aquele instante entre a Divindade e a mulher. Perco-me pelos caminhos da tua alma , por labirintos em turbilhão , que momentaneamente se acalmam e correm livres para um mar de fogo que é lava que sai de ti, caminho com cuidado no teu mundo secreto , que não abres a mais ninguém, onde o meu cansaço , o fogo e o abraço , se confundem contigo também, Anda , vamos ver as estrelas, aquelas bem brilhantes que nos livram dos escolhos e que por um milagre de Deus, brilham todas nos teus olhos.Vem comigo , deixa que o desejo te arraste , que queime os teus dedos estendidos , como chama e fogo, que o luar nos envolva, que a vida nos abrace e que nesse abraço , sejamos a força da terra, eterna quimera, que poucos alcançam e tantos ousaram sonhar, mas cuja verdade que tantos almejam , está escondida no cálice de Deus , aquele que é santo, precioso e casto, que não se mostra nem é tocado por lábios ateus.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 09:41


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds