Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Nova Humanidade

Terça-feira, 04.08.15

Aguia e Falcao.jpg

 

 Ao longo da história sempre se "obrigou" a que o homem fosse forte e a mulher fosse frágil. Eu sou homem e nem sempre sou essa fortaleza , esse muro de pedra que o mundo espera que eu seja. Tenho a certeza que todos os homens já choraram , já sentira, medo , dor , solidão , perda e sentiram também que precisavam do carinho , do abraço , do mimo , desse ser que nunca achei frágil , a mulher. Tenho a certeza que por trás de cada mulher cansada de ter que se mostrar frágil , para assim se inserir num mundo que gosta de rotular as pessoas , há um homem cansado , exausto de ter que se mostrar forte todos os dias.Tenho a certeza que por trás de cada mulher que tem que agir como tontinha , como indefesa , para não ferir as susceptibilidades dos homens que se julgam fortes , há um homem , um homem desses de verdade , que sentem e pensam , desesperado por ter que estar ali , sábio e constante todos os dias , quando a sua vontade é também muitas vezes pedir ajuda , pedir amparo e gritar: - Não aguento mais!

Tenho a certeza que por trás de cada mulher a quem o mundo rotulou de "emocional" , é mulher portanto não é para compreender , é um ser interessante , útil , mas é emotivo em excesso , não tem que ser entendido , há um homem cansado , a quem o mundo negou o direito a expressar emoções , a chorar em publico , a ser delicado , sem que seja apelidado de Gay até pelos outros homens. Por trás de cada mulher que se vê obrigada a competir num mundo de homens pelo seu lugar no mundo , no emprego , pelo seu direito básico ao respeito, e é por isso apelidada de pouco feminina , há um homem que é obrigado a competir até à exaustão , para não ser chamado de efeminado, para que o mundo não tenha duvidas da sua masculinidade.

A mulher transformou-se num objecto sexual , porque a competitividade feminina ultrapassou os limites dos valores e do bom senso, e enquanto a mulher se sente compelida a mostrar que é a mais sexy , a mais sedutora , a mais desejável , o homem sente-se obrigado a dar provas constantes da sua virilidade.

Temos um mundo castrador , caótico , onde os valores se perderam , onde dogmas sem sentido se instalaram. Onde se aceita o pior dos actos se esse acto for "moda". Onde as pessoas perderam a sua identidade pois agem em rebanho , onde se perdeu a noção de família , de amor , de respeito , de segurança. Onde a mulher sente que tem que se comportar como prostituta para que os homens reparem nela , nem que seja por uma só noite. Em que a mulher mede o seu sucesso social , pelo numero de homens com quem tem um caso , mulheres que se agarram ao primeiro que aparece para que as amigas não a apontem como solitária.

Estamos num mundo em que o homem deixou de respeitar as mulheres , porque elas mesmo não se respeitam. Em que se sente literalmente caçado , perseguido , por mulheres que querem provar a sua capacidade de sedução. Um mundo em que o homem não ama porque não tem confiança na mulher que se lhe atravessa no caminho , um mundo em que o homem teme amar , por medo de se ferir e porque na pratica a maioria das mulheres que surgem não lhe dão confiança para se entregar plenamente. Um mundo em que o homem , para não ser apelidado de parvo pelos amigos usa a mulher e deita fora , em que cada romance dura o tempo do cansaço. Um mundo em que o amor eterno virou utopia , a família virou passado , e o para sempre, é já ali,

Por isso neste mundo já não existem valores morais , nem respeito , nem confiança no outro. 

Precisa-se urgentemente de uma nova humanidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 01:11


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds