Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Para Ti...Dia dos namorados

Sexta-feira, 14.02.14

 

 

Sei que não aprecias que se comemorem os sentimentos nas datas institucionalizadas, e sei que tens toda a razão, no entanto, e porque sou parca em palavras escritas (mas não nas vividas…) saí da minha areazinha de conforto e venho aqui, no teu espaço, testemunhar um sentimento que nos tem unido, a cada segundo das nossas vidas.

Amo-te. Amo-te como nunca imaginei ser possível amar alguém, como eu nunca antes soube amar ou amei. Tenho crescido neste sentimento que nasceu, ganhou raízes profundas e que vingou numa árvore belíssima que estende os seus ramos em direcção ao céu, ao infinito e à luz.

Disse-te uma vez que sou um ser imperfeito que sente no seu peito um amor perfeito, mas cheguei à conclusão que desejo tanto amar-te perfeitamente...e sabes amor, contigo aprendo diariamente a deixar que este amor que sinto, se aperfeiçoe nos meus lábios, nos meus gestos, no meu olhar, e que seja espelho de todo o amor que almejo dar-te.

Quando nos rimos, quando os nossos dedos se entrelaçam, quando o nosso olhar se cruza, quando me colo a ti para te proteger da dor…Quando te vejo rir, ou me cruzo com o teu ar ausente umas vezes, sonhador outras tantas, o mundo fica tão belo, tão perfeito, que penso que este sentimento não cabe no meu coração, não é possível que uma mera mortal seja digna de ser portadora e testemunha de um amor assim.

Agradeço ao Pai a bênção que me concedeu, e peço que me considere merecedora de viver este amor, o nosso.

 

Amo-te infinitamente, meu amor querido.

 

Maria Manuel Batista

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 16:23





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes